Alimentação em cada fase da infância

Você já ouvir falar sobre a pirâmide alimentar infantil? Para pré-escolares, escolares e adolescentes, temos a pirâmide alimentar para alimentação saudável. A pirâmide é composta por 4 níveis com 8 grupos alimentares.

Se não ouviu, nós vamos te mostrar! Na base da pirâmide alimentar encontram-se os alimentos que devem ser consumidos em maiores quantidades, como é o caso dos cereais, pães, tubérculos e raízes. Por outro lado, no topo da pirâmide, encontram-se os alimentos que devem ser consumidos em menores quantidades como os Óleos, açúcares e doces. Quanto maior o nível da pirâmide menores as quantidades a serem consumidas por determinado grupo de alimento.

Os andares de cima são menores, não são?! Isso significa que os alimentos de cima são aqueles que devemos comer menos no nosso dia-a-dia, que não são tão bons para o nosso corpo. Esses 4 andares são compostos por 4 grupos de alimentos diferentes. Eles são:

  • Energéticos: São aqueles que nos dão a energia para correr, brincar, pular e estudar durante o dia. São os pães, a batata, a batata-doce, a mandioca, milho, arroz, o macarrão, mandioquinha. Você deve comer esses alimentos 4 vezes por dia.

  • Reguladores: São aqueles que ajudam dão vitaminas, minerais, fibras e água para o seu corpo a trabalhar bem durante o dia. Eles são: As frutas e vegetais como cenoura, beterraba, alface, rúcula, almeirão, espinafre, brócolis, abobrinha, chuchu, tomate, etc. Você deve comer esses alimentos 4 vezes por dia.

  • Construtores: São aqueles que servem para seus músculos aumentarem, para que você fique forte e cresça bastante. Leites, queijos e iogurtes, carne, feijão e ovos: Você deve comer de 2 a 3 vezes no dia algum desses alimentos.

  • Energéticos extras: São aqueles que nos dão energia em grandes quantidades e podem fazer mal para o nosso organismo. São os açúcares e óleos, isso inclui os doces e as frituras. Se você é diabético e usa uma insulina de ação intermediária, você não deve colocar mais açúcar além do que já contém nos alimentos.

As quantidades são medidas em números de porções e variam de acordo com fase da vida. Para pessoas com diabetes tipo 1 não é aconselhado que adicionem açúcar nas preparações na maioria dos casos. Se você possui diabetes tipo 1, você deve se alimentar como uma criança saudável. Converse com seu médico para saber mais ou nos deixe uma pergunta em nosso post.

Afinal, você sabe o que é uma alimentação saudável? Vamos lá.

Introdução dos alimentos no primeiro ano de vida

A partir dos 6 meses de idade começa a introdução dos alimentos, que juntamente com o leite materno, irão compor a dieta do bebê.

A cada inicio de um novo alimento, é necessário o intervalo de 4-7 dias para adaptação, sempre com um aumento gradativo de quantidade.

  • Introduzir a papa de cereais (fubá de milho, arroz, centeio, cevada, no horário do jantar, entre as 18h e 19h.

  • Oferecer verduras e legumes como salada.

  • Iniciar as carnes, podendo ser moídas, batidas ou peneiradas e após o nascimento dos dentes, começar com pedaços pequenininhos.

  • Iniciar com a introdução de sucos de frutas entre as mamadas da manhã.

  • Transição: Após 8 meses de idade o bebê já poderá ser substituída gradualmente pela dieta da casa, estando completa até o final do primeiro ano de vida.

  • Introduzir a papa de hortaliças juntamente com um tubérculo cozidos, peneirados ou amassados no horário do almoço, entre as 11h e 12h.

  • Oferecer Água entre as refeições.

  • Iniciar as leguminosas após sete meses de idade, juntamente com um cereal.

  • Iniciar a gema do ovo após o 6 mês de vida, começando com ¼ de gema cozida no jantar. A clara do ovo somente deve ser introduzida após 1 ano de vida devido ao risco de sensibilização à albumina.

  • Introduzir a papa de frutas amassadas ou raspadas no horário do lanche, entre as 14h e 15h.

Segue abaixo dez passos para alimentação saudável até 2 anos de idade, segundo o Ministério da Saúde em 2018:

  • A alimentação complementar deve ser oferecida sem rigidez de horários, respeitando-se sempre a vontade da criança.

  • A alimentação complementar deve ser espessa desde o início e oferecida com colher. começar com alimentos pastosos e aumentar a consistência até chegar à alimentação da família.

  • Estimular a criança doente e convalescente a se alimentar, oferecendo sua alimentação habitual e seus alimentos preferidos, respeitando sua aceitação.

  • A partir dos 6 meses, oferecer outros alimentos de forma lenta e gradual, mantendo o leite materno até 2 anos ou mais.

  • Dar somente leite materno até os 6 meses, sem água, chás ou outros alimentos.

  • Evitar açúcar, café, enlatados, frituras, refrigerantes, balas, salgadinhos e outras guloseimas e usar sal com moderação.

  • Cuidar da higiene no preparo e manuseio dos alimentos, garantindo o seu armazenamento e conservação adequados.

  • Oferecer à criança diferentes alimentos durante o dia. alimentação variada é colorida.

  • Estimular o consumo diário de frutas, verduras e legumes nas refeições

  • A partir dos 6 meses, dar alimentos complementares 3 vezes ao dia, se a criança receber leite materno e 5 vezes ao dia, se a criança estiver desmamando.

Esteja sempre experimentando alimentos novos, se você acha que não gosta de algum deles, tente experimentar novamente pois eles serão muito importantes no seu crescimento! Agora que você conhece a pirâmide alimentar, que tal contar para os seus amigos? Ensine-os como se alimentar bem para crescerem fortes e saudáveis!

Conteúdo recomendado

  • 38
    Você não acha que já é hora de deixar de fumar? Ou será que você já tentou várias vezes? O propósito deste texto é ajudá-lo a parar para sempre, sem necessidade de começar tudo de novo. Em apenas uma semana depois de deixar o fumo, você pode estar livre de…
    Tags: de, que, a, se
  • 33
    Mas tenha cuidado na sua escolha, há escolas piratas! Atraídos por valores baixos, os pais não percebem a armadilha. Outubro é o mês da matrícula para o ano lectivo de 200 pais devem preparar-se para oferecer aos seus filhos uma boa educação na primeira infância, porque a pesquisa mostra que…
    Tags: de, a, que, da, as, do, crianca